Siga o Blog Pelo seu E-MAIL

sexta-feira, 1 de junho de 2012

THE DARK SIDE:explicando tudo( ou quase) sobre a famosa Estanozolol

O stanozolol, geralmente vendido com o nome de Winstrol (oral) e Winstrol Depot (intramuscular), foi desenvolvido pelos Laboratórios Winthrop em 1962. É um esteróide anabolizante sintético derivado da testosterona, e foi aprovado pela FDA (Food and Drug Administration) nos Estados Unidos para uso em humanos.
Hoje em dia existem vários laboratórios produzindo esta substância, é o caso da Desma na Espanha, Pharmacia & Upjohn nos Estados Unidos e outras.
Ao contrário da maioria dos esteróides anabólicos injetáveis, o stanozolol não é esterificado e é vendido em uma suspensão aquosa, ou em comprimidos na forma oral. A droga tem uma grande biodisponibilidade, devido à C17 α-alquilação que permite ao hormônio a sua sobrevivência ao passar pelo metabolismo do fígado quando é ingerido. É por causa deste motivo que ele também é vendido em comprimidos.

O stanozolol tem sido utilizado em pacientes humanos e em animais para diversas condições. Em humanos foi demonstrado seu sucesso no tratamento da anemia e angioedema hereditário. Veterinários podem prescrever a droga para melhorar o crescimento muscular, produção de células vermelhas do sangue, aumentar a densidade óssea e estimular o apetite de animais fracos ou debilitados.
O stanozolol é um dos esteróides anabolizantes geralmente usados como agentes ergogênicos e é banido do uso em competições esportivas sob as regras da International Association of Athletics Federations (IAAF).

Uso no fisiculturismo

Usado ilegalmente no fisiculturismo, tipicamente "complementado" por outros esteróides anabolizantes baseados na testosterona. O estanozolol é preferido por muitas pessoas pelo fato de que ele causa aumento de força sem ganho de peso em excesso, promove aumento na vascularização, e não se converte em estrógeno. Ele também não causa retenção de água em excesso, e mesmo às vezes parece ter um efeito diurético.
O stanozolol é uma substância largamente usada por diversos atletas, especialmente fisiculturistas, para perder gordura preservando a massa muscular. Normalmente é utilizado em "ciclos de corte", em que o atleta pretende conservar toda a sua massa limpa metabolizando apenas a massa adiposa, apesar de, ainda, não ter sido provado cientificamente que o Estanozolol tenha esta capacidade.
Está presente geralmente como uma injeção de 50 mg/mL ou um comprimido de 50 mg. Entretanto, versões de 100 mg/mL tornaram-se disponíveis recentemente. Uma dosagem comum pode ser de 25-100 mg/dia, com resultados otimizados, geralmente, observados com 50 mg/dia. Ele é reduzido a partículas micrométricas em suspensão aquosa e não tem uma meia-vida de eliminação típica. Estanozolóis autênticos podem ser falcilmente reconhecidos, pois o produto, por ser uma mistura, irá separar-se quando deixada por muito tempo em descanso (os micro-cristais da substância irão permanecer no fundo, e a água suspensão irá permanecer na parte superior da mistura, devido a sua menor densidade. Tem uma cor branca, de leite. Sabe-se que a droga causa efeitos colaterais masculinizantes em mulheres mesmo com doses baixas como dois mg por dia, e que danos ao fígado ocorrem com o uso prolongado de altas doses.

Uma alternativa ao estanozolol é o Furazabol. Os efeitos do Furazabol são virtualmente idênticos ao Stanzolol exceto de que ao invés de ter um efeito adverso extremo nos níveis de colesterol, o Furazabol melhora o perfil lipídico do sangue da pessoa. Vendido sob a marca Mitolan, o Furazabol é um tratamento padrão no Japão e na Ásia para a hiperlipidemia

 Sua administração em um ciclo próprio de Cutting (definição muscular) produz bons resultados estéticos dando uma boa aparência ao corpo do usuário porém se utilizado em treinos muito pesados e extensos pode ocasionar problemas nas juntas e articulações, não pelo uso da susbtância em si mas pelo súbito e continuo aumento das cargas de peso. O Stanozolol é um alfa-niquelado podendo assim sobreviver a primeira passagem pelo fígado. Existe também na forma injectável que é simplesmente uma versão em suspensão do mesmo composto. Porém por ser um niquelado possui alta hepatoxicidade sendo um dos esteroides mais tóxicos neste sentido. É também bem duro contra o colesterol (tanto o LDL quando o HDL) bem como pode ocasionar hipertrofia cardíaca em alguns raros casos. Desnecessário dizer a droga não poderá ser utilizada por longos períodos limitando-se os ciclos para em torno de 6 semanas com a dosagem de 50-100 mg ao dia. Para as mulheres uma dosagem menor de 10-25 mg por dia mas mesmo assim podendo causar queda de cabelo e hipertrofia do clitoris

 No ciclo mais comum costuma se utilizar de 1/2 ml por ponto de aplicação sendo alvos comuns os bíceps, tríceps e panturrilhas. A dosagem para homens varia de 16 a 30 mg/dia na forma oral e de 150mg a 350mg por semana em tomadas divididas na forma injetável.
Para mulheres, a dose varia de 4mg a 8mg por dia na forma oral e de 50mg a 100mg por semana em tomadas divididas na forma injetável. Existem inumeros foruns de discussão de ciclos de StanozoloL.
FONTE:ISTEROIDES.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário