Siga o Blog Pelo seu E-MAIL

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Dicas Para Aumentar a Panturrilha

Uma pessoa pode ter dificuldade para desenvolver várias partes do corpo, mas eventualmente com a mistura de determinação e treino correto, você acaba conseguindo ganhar massa muscular, porém as panturrilhas parecem ser um animal irracional. Não entendem e não respondem ao treinamento, por mais que você as force!

Aqui vão algumas dicas para você aprimorar o seu treino para panturrilhas:

1 – Preste Atenção na Execução do Exercício

Não importa o treino que você fizer, se a execução for ruim vai ser perda de tempo. Use a amplitude máxima em todos os exercícios e nada de fazer as séries como se fosse o the flash, use cadência de 2-2-2 (2 Segundos para levantar o peso, 2 segundos parado no topo e 2 segundos para descer).2 – Intensidade

Nada de ficar descansando mais do que 1 minuto entre as séries, deixa pra falar sobre futebol em outro horário e a sua masculinidade não vai diminuir se você não comentar sobre o corpo da gatinha que está no aparelho de glúteos. Ta na hora de treinar estas pernas de sabiá e não a língua!

2 – Intensidade

Nada de ficar descansando mais do que 1 minuto entre as séries, deixa pra falar sobre futebol em outro horário e a sua masculinidade não vai diminuir se você não comentar sobre o corpo da gatinha que está no aparelho de glúteos. Ta na hora de treinar estas pernas de sabiá e não a língua! 

3 – Sobrecarga Progressiva

Sobrecarga progressiva é o propósito da hipertrofia. Tente aumentar a carga cada vez mais em cada treino de panturrilhas que fizer, não importa se for 500g, tente sempre aumentar mais o peso. Para os que treinam mais com o ego do que com o cérebro: use pesos que você consiga realizar o exercício da forma correta, do contrário não vai adiantar nada. Uma coisa é você aumentar a carga e sofrer para realizar o exercício(o que é bom), outra é aumentar a carga absurdamente e fazer o exercício errado e sem amplitude nenhuma, totalmente vergonhoso! 

4 – Prioridade

Muita gente treina o músculo preferido até mais que duas vezes por semana, o problema é que quando se trata de treinar um músculo chato, que não quer crescer e que não trará nenhum benefício imediato para ir para a baladinha no fim de semana, as pessoas costumam não dar a mesma prioridade. Geralmente é o caso da panturrilha, treine este músculo como se fosse o bíceps, peitoral ou o seu preferido! Ganhar panturrilha já é difícil para a maioria de nós mortais, não dar prioridade para este músculo é um pecado mortal!


1- Força de vontade: treine panturrilhas com a mesma vontade a qual você treina braços, peito e costas. Quando estamos chegando nas últimas repetições das ultimas séries é normal sentir-mos uma forte queimação. Não pare, continue até a musculatura falhar. Priorize o treinamento de panturrilhas.
2- Aumente as repetições: se você não está tendo bons resultados com baixas repetições tente aumentá-las. Quem sabe 12, 15 ou mais repetições podem ser boas.
3- Aumente a intensidade e freqüência: como dito, as panturrilhas precisam de mais estímulo. Treinar apenas uma vez por semana com peso leve pode ser pouco estímulo. Tente treinar 2 ou 3 vezes na semana, e com ‘pesos pesados’.
4- Tempo de descanso: as panturrilhas possuem um intervalo de recuperação mais curto, dê a elas descansos menores como 30 ou 45 segundos.
5- Numero de séries: ficar a vida toda no 3×8 não o levará a lugar algum. Aumente as séries, tente 4 ou 5 quem sabe.
6- Variação: varie o treinamento, os exercícios e angulação mês a mês. Não de chance das panturrilhas adaptarem-se ao seu treinamento. Fazer dorso-flexão (tirar o dedão do chão) entre as séries de panturrilha pode ser interessante.
7- Drop sets: abuse delas.
8- Não tenha pressa: cadencie. Levante o peso de forma lenta, e desça mais lentamente ainda.
9- Mantenha a carga no topo: ao final da fase positiva de cada repetição dê uma pausa de 1 ou 2 segundos.
10- Técnica de execução é fundamental: execute o exercício com boa técnica. Concentre a tensão nas panturrilhas.



Certamente essas dicas aqui não são nenhuma regra ou receita do sucesso. Tenha bom senso e procure sempre tentar perceber ao que seu corpo responde melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário